Projetos e Consultoria

Nos últimos anos, a crescente preocupação com o desenvolvimento sustentável fez com que houvesse uma maior preocupação com a forma de utilização dos insumos naturais nas indústrias. Dentre estes, a água passou a ser vista como um insumo cada vez mais importante e finito, sendo uma tendência o aumento nos custos de utilização da água para os próximos anos.

Desta forma, as indústrias passaram a ver a utilização dos recursos hídricos como um aspecto fundamental do negócio, sendo que esta gestão engloba o gerenciamento inteligente entre a captação, o consumo e o descarte de água.

Uma representação das boas práticas para a gestão de água dentro das unidades industriais é apresentada na figura a seguir:

piramide-kurita

Os conceitos apresentados na figura são detalhados a seguir:
✓ Racionalização: envolve a eliminação de possíveis desperdícios e adequação qualitativa e quantitativa das malhas hídricas existentes.
✓ Reciclo: redução ótima de descartes isolados e tentativas de uma utilização na unidade consumidora.
✓ Reúso: através de tratamento específico (em função da corrente a ser tratada e de uma futura utilização), consiste no reaproveitamento de correntes hídricas (caracterizadas por vazão e qualidade físico-química) em aplicações específicas e pré-definidas.
✓ Destaca-se que, em muitas unidades industriais, há bastante espaço para melhorias no consumo de água, através de racionalização e do reciclo de água. Assim, o reúso de água é a opção a ser adotada quando já se esgotaram estas alternativas de redução de consumo de água, por ser uma modalidade que requer um investimento mais elevado.

A Kurita do Brasil tem capacitação para atuar no diagnóstico, apresentação de soluções e implantação de projetos que envolvam a racionalização, o reciclo e o reúso de água em unidades industriais.